Curso Técnico ou Ensino Superior? Acabe de Vez com suas Dúvidas

0 1.221

Não é fácil decidir qual o caminho profissional que devemos seguir.

O que seria melhor em meio à tantas opções?

Embarcar em um curso de Ensino Superior ou investir em um curso Técnico e/ou Profissionalizante?

Essas e outras perguntas podem já ter rondado ou estão rondando a sua cabeça.

Se não estivessem, você não estaria aqui, não é mesmo?

Mas não se preocupe! Saiba que todos passamos por isso.

E é importante se lembrar que à partir do momento em que se toma uma decisão e começa a andar, as coisas vão ficando mais claras.

Pode ser que você escolha um caminho e depois perceba que se encaixe melhor no outro, isso pode acontecer.

Caminhar, justamente, te ajudará a se conhecer melhor e conhecer um pouco de cada possível direção.

Para facilitar esta jornada para você, trabalharemos neste artigo um pouco sobre cada um destes caminhos.

Com isso buscamos te ajudar a sanar algumas dúvidas e te deixar mais consciente e preparado para dar o próximo passo.

Pronto(a) para começar? Então, vamos em frente.

Plano de Carreira

Como já sabemos, planejar a carreira não é da noite para o dia.

O primeiro passo é decidir qual caminho se deve seguir.

Por exemplo, pode ser que você esteja saindo agora do Ensino Médio…

Ou você já trabalha em alguma área, mas queira mudar sua projeção de carreira…

Ou, até mesmo, quer ganhar mais, ser promovido, mas não sabe como fazê-lo.

CALMA! Aqui vamos buscar alternativas para todas as pessoas que, independentemente das circunstâncias, estão passando pelo processo de planejamento de sua carreira.

Não importa o seu nível escolar, sempre haverá algum caminho para iniciar e nada te impede de investir em si mesmo e em sua qualificação.

Aliás, investir em estudos e conhecimento é uma importante chave para a efetivação dos seus planos de carreira.

Então, já tenha em mente buscar investir tempo em seus estudos e na sua gama de conhecimento.

Agora, para seguirmos a diante, vamos nos lembrar do que é mais comum e incentivado aos estudantes no término do Ensino Médio:

O engajamento em um curso Técnico e/ou Profissionalizante ou em algum curso de Ensino Superior.

Sendo assim, que tal começarmos pelo curso Técnico e/ou Profissionalizante?

O Que é um Curso Técnico e/ou Profissionalizante?

Apenas uma observação antes de prosseguirmos: Sim, existe a opção de realizar cursos Técnico e/ou Profissionalizante em conjunto com a grade curricular do Ensino Médio.

Esta opção é dada por algumas escolas como forma de estimular e ajudar o estudante a se ajustar profissionalmente logo após o colegial.

Então podemos concluir, que o Curso Técnico e/ou Profissionalizante tem como função preparar o estudante para determinada área do mercado de trabalho.

Seu foco é preparar o aluno para a prática de sua atividade profissional específica.

Ou seja, é aprender o passo a passo, a parte técnica da área profissional escolhida.

Como o seu foco é a aplicação prática, a média de duração de um Curso Técnico é de 2 até 3 anos, no máximo.

Isso vai variar conforme a grade curricular e exigência do curso.

É necessário citar as áreas e eixos das quais existem formação Técnica em nosso país. São elas:

  • Técnico em Informática e Comunicação;
  • Área de Infraestrutura;
  • Recursos Humanos/Gestão e Negócios;
  • Técnico na área de Controle e Processos Industriais;
  • Área de Segurança;
  • Desenvolvimento Educacional e Social;
  • Técnico em Produção Industrial;
  • Área de Ambiente e Saúde;
  • Técnico na área Militar;
  • Turismo e Hotelaria;
  • Área Alimentícia;
  • Técnico na área de Recursos Naturais;
  • Área de Design e Comunicação Visual.

Sim, existem muitas opções e áreas técnicas, como podemos ver.

Se você se sentir confuso(a) sobre qual área escolher, deixaremos no final deste artigo um teste para te ajudar a entender melhor o seu perfil profissional e quais áreas tem mais a ver com você.

Quais as Vantagens de se Fazer um Curso Técnico ou Profissionalizante?

A primeira vantagem a ser ressaltada é o foco na prática, da qual dará o suporte para a pessoa efetuar o trabalho de forma técnica.

Isso é algo que chama a atenção das empresas, pois elas buscam funcionários que já saibam o que fazer e como fazer, sem precisar de dar muitas orientações.

Outra vantagem seria a duração de, no máximo, 3 anos de curso do qual o aluno já sairá preparado para o mercado de trabalho.

Para as pessoas que preferem “pôr a mão na massa”, com o perfil mais prático e objetivo, apostar em algum Curso Técnico e/ou Profissionalizante pode ser uma boa opção.

E o Quanto Isso Favorece No Salário?

Os salários dos funcionários com Formação Técnica são maiores em comparação com os salários dos funcionários que possuem apenas Ensino Médio completo.

Porém a variação salarial vai variar muito do cargo em questão.

Isso porque dependerá do porte da empresa e da área de trabalho.

Nos últimos anos tem se percebido uma grande valorização nos cargos de nível técnico.

Para saber o piso salarial de algum cargo que possua interesse, você poderá fazer uma pesquisa rápida na internet, buscando por: “piso salarial” e o cargo.

Existem Formações Técnicas que podem render salários muito mais altos do que em outras áreas também técnicas.

Várias escolas oferecem diferentes tipos de curso Técnico e/ou Profissionalizante.

Mas vale lembrar que é importante verificar se o curso é reconhecido pelo MEC, pois isto atesta que o curso possui determinado nível de qualidade avaliado pelo Governo do País.

Ou seja, escolher um bom curso com o reconhecimento do MEC pode ser um diferencial, pois significa que é um curso consolidado na instituição que o está oferecendo.

As opções de Escolas de curso Técnico e Profissionalizante mais conhecidas são o SENAC e o SENAI.

Procure se informar dos cursos disponíveis em unidades em sua cidade ou próximas de sua cidade, ou até mesmo de outras escolas que possuem qualificação.

O Que é Ensino Superior?

A Graduação, ou o Ensino Superior, é considerado um nível elevado do sistema educativo.

Por meio dele as pessoas, se assim decidirem, pode alcançar níveis ainda mais elevados de educação, sendo eles:

  • Pós-Graduação;
  • Mestrado;
  • Doutorado;
  • Pós-Doutorado.

O Ensino Superior direcionará os estudantes para áreas profissionais, porém com um leque mais amplo de opções.

Diferente de um Curso Técnico, que visa seus ensinos 100% na prática, o Ensino Superior investe boa parte no estudo acadêmico.

Ou seja, seu foco é possibilitar aos alunos um caminho não apenas para o mercado de trabalho, mas também para o mundo científico e acadêmico.

Por meio de um curso de Ensino Superior, o aluno poderá seguir tanto o Mercado de Trabalho quanto a área de pesquisas ou, até mesmo, como professor em sua área de estudo.

Vamos falar agora sobre os dois tipos de Graduação.

Licenciatura VS. Bacharelado

Muitas vezes nos deparamos com esses dois termos sem saber exatamente o significado e peso de cada um deles.

Os cursos de Ensino Superior que fornecem o Diploma de Licenciatura preparam o estudante para a sua área de atuação com a possibilidade de dar aulas.

Ou seja, o estudante aprenderá a área com o foco para se tornar professor em sua área de estudo.

Alguns dos cursos que fornecem Diploma de Licenciatura são: Pedagogia, Letras, Matemática, História, Geografia, entre outros.

Já os cursos de Ensino Superior que fornecem o Diploma de Bacharel promovem uma formação mais direcionada ao Mercado de Trabalho.

No caso do Bacharelado, se o estudante desejar se tornar professor precisará realizar um curso de Licenciatura.

O Bacharelado é um curso mais generalista em que dará uma base ao estudante sobre a ampla gama de atuação em sua área.

Por exemplo podemos utilizar um Bacharel em Administração, que terá conhecimento para atuar desde a área Financeira, Logística até Gestão de Pessoas.

Existe a possibilidade de o curso fornecer os dois tipos de diploma, mas isso varia da Instituição e a formação curricular do curso.

Quais as Vantagens de Cursar o Ensino Superior?

Existe uma variada gama de cursos de Ensino Superior que vão entre as seguintes áreas:

  • Humanas (História, Geografia, Assistência Social, Letras, Comunicação Visual, Direito, etc);
  • Exatas (Matemática, Contabilidade, Sistemas de Informações, cursos de Engenharia, etc);
  • Biológica/Saúde (Medicina, Odontologia, Medicina Veterinária, Farmácia, Biologia, etc).

Então, uma de suas vantagens é a maior amplitude de áreas a seguir.

Outra vantagem é a possibilidade de continuar os estudos na área por meio de Especializações (Pós-Graduação), Mestrado e etc.

Os cursos de Ensino Superior têm uma grade curricular maior, sendo a sua média de duração entre 3 e 5 anos para os cursos de Licenciatura.

Já para os cursos de Bacharelado, a duração média varia entre 3 e 6 anos de estudos.

Para as pessoas que possuem um perfil mais analítico, que queriam aprender determinada profissão de nível Superior ou que desejam se tornar professores e ter a possibilidade de seguir a área acadêmica, o Ensino Superior pode ser uma boa escolha.

E Quem Faz Graduação, Têm Aumento de Salário?

Comparado ao salário dos profissionais que possuem apenas o Ensino Médio, o salário de uma pessoa formada em Ensino Superior é bem maior.

Isso se dá pelo maior nível de instrução e qualificação deste profissional.

Vendo por este lado, o Ensino Superior pode chamar muito a atenção.

Mas, vale lembrar que a variação salarial de cada cargo de nível Superior pode ser muito grande também.

Da mesma forma como ocorre nos cursos de nível Técnico, varia conforme a profissão e local de contratação.

Um exemplo, é a comparação entre o salário de um Administrador e de um Médico.

São cursos diferentes, com investimento financeiro e de tempo de estudos diferentes, portanto seus salários serão diferentes.

E também ocorrem casos nos quais os cargos de formação técnica podem ser melhor remunerados do que cargos de nível superior.

Isso vai depender da região, empresa e estruturação do cargo.

A dica dada no tópico salarial dos formados em Curso Técnico também vale aqui para pesquisar o piso salarial de sua área de interesse.

Por isso ressaltamos a importância de NÃO se prender ao salário, mas sim observar se você se encaixa para tal cargo, se te faz bem estar trabalhando ali ou se você se vê feliz trabalhando em tal área.

A remuneração é importante, mas a saúde é mais e ela depende do controle do estresse.

Quando estamos felizes, nossa saúde se fortalece. Já quando estamos tristes, enfraquece.

Invista Em Si Mesmo

No final das contas, o importante é investir em si mesmo(a).

Portanto, vise o seu perfil e o que se encaixa com você.

Não adianta iniciar um curso pensando no benefício financeiro se aquilo não têm a ver com você.

O sucesso inclui a nossa felicidade e contentamento com aquilo que estamos fazendo.

Se existe algo que não está de acordo com isso, não será possível avançar de forma saudável.

Antes de finalizar este artigo, aqui está o Teste de Carreira para que você, por meio de respostas objetivas, descubra mais sobre si mesmo e as áreas que se encaixam com o seu perfil.

Se você perceber alguns cargos ou áreas que dariam certo com o que você busca e gostaria de saber mais sobre eles, poderá fazer uma busca pelo portal do Ministério do Trabalho.

Lá você saberá mais informações sobre cada cargo por meio de sua descrição de responsabilidades.

Leve estas informações, também, em consideração.

Lembre-se: investir em si mesmo, por meio de estudos e cursos, é a melhor maneira para começar a mudar de vida.

BOA REFLEXÃO! 💭

Deixe seu comentário