Jovem Aprendiz: Saiba Como Funciona e Como se Tornar um

Um dos melhores programas para ensinar os jovens a se preparar para o mercado de trabalho, é o Programa Jovem Aprendiz.

Sendo assim, as entidades habilitadas fornecem uma formação técnico-profissional, com base em atividades simples e práticas que são organizadas por grau de complexidade, aos adolescentes e jovens.

Esse tipo de aprendizagem profissional tem regulamentação formal através da Lei nº10097/2000. a Lei do Aprendiz. Regulamentada pelos Decretos nº. 5.598/2005 e n° 9.579/2018. Dessa forma, o projeto não somente prepara os jovens, como cria novas oportunidades para as empresas.

Continue a leitura que vamos explicar os detalhes para ficar mais claro.

Qual a importância do Jovem Aprendiz para o mercado de trabalho?

Todo o trabalhador é importante para o mercado de trabalho. E o jovem aprendiz é igualmente importante no processo de crescimento, tanto da empresa quanto de si mesmo.

Embora a sua jornada de trabalho seja reduzida, ele terá a oportunidade de ingressar num curso de qualificação do local onde estiver trabalhando. Futuramente se tornará um profissional mais preparado para o mercado de trabalho.

A princípio, o programa Jovem aprendiz funciona como um meio de inclusão para os jovens que desejam ingressar cedo ao mercado de trabalho, mas encontram muitas dificuldades devido não terem ainda experiência profissional.

Essa jornada em busca do emprego pode gerar muitas dificuldades e frustrações. Por isso, as empresas que contratam aprendizes pode proporcionar aos jovens muitas coisas além de autoconfiança, senso de responsabilidade pessoal e profissional, aprendizado e crescimento.

Ainda assim, podem adquirir experiência profissional na área de vendas, atendimento ao cliente, serviços onde envolvem rotinas administrativas ou até mesmo de contabilidade.

Consequentemente, os frutos colhidos serão profissionais mais competentes, mais versáteis, que possam solucionar problemas sozinhos, de forma mais criativa e proativa.

Se os futuros profissionais forem bem-preparados, o mercado só tem a ganhar.

Quem pode ser Jovem Aprendiz?

O primeiro requisito para ser um jovem aprendiz é a idade. Ou seja, estar entre a faixa etária permitida: no mínimo 14 anos e no máximo 24 anos.

No caso das pessoas portadoras de deficiência essa idade máxima não se aplica, não havendo limite de idade.

O segundo requisito é estar em dia com as obrigações escolares ou ter terminado o ensino fundamental ou médio. Contudo, a frequência escolar também deverá estar em dia.

E o terceiro requisito, é entrar em contato com uma instituição parceira do programa. Geralmente é intermediada pelo CIEE da sua cidade ou mais próximo da sua cidade.

Jovem Aprendiz é até que idade?

É necessário ter no mínimo 14 e no máximo 24 anos. Isso quer dizer que mesmo quem já concluiu o ensino médio poderá se inscrever para o programa, desde que cumpra com todos os requisitos citados acima.

Quanto ganha um Jovem Aprendiz?

O trabalho desenvolvido pelo aprendiz é semelhante a um emprego formal, mas com menos horas, e isso interfere diretamente no salário recebido.

No caso do trabalho formal, 8 horas diárias e 40 semanais, o salário é integral. Já no caso do jovem aprendiz, o salário é menor. Porém, tendo em vista que a carga de trabalho também é menor. Cerca de 6h diárias, ou seja, meio período.

Mas, assim como o trabalho comum, o que é desenvolvido pelo jovem aprendiz deve ser contado em carteira de trabalho, garantido os mesmos direitos trabalhistas.

Para o jovem aprendiz os valores podem ir de R$400 à R$1000. E os benefícios são:

  • Férias no mesmo período do recesso escolar;
  • FGTS;
  • Décimo terceiro salário;
  • Carteira de Trabalho assinada;
  • Vale transporte.

Empresas que contratam Jovem Aprendiz

Para ingressar numa empresa como jovem aprendiz, o candidato deve enviar o seu currículo, que passará por um processo de avaliação, seguido de um contato telefônico e uma prova de admissão.

Geralmente, nessa etapa o candidato deverá redigir um texto com começo, meio e fim.

Serão observadas as habilidades de cada candidato ao trabalhar em grupo, bem como a boa comunicação e um pouco de seu perfil pessoal. Todavia, se aprovado em todas as etapas, será marcada a entrevista para tirar qualquer dúvida, explicações sobre o contrato, os termos e as condições do trabalho.

As empresas mais conhecidas que contratam jovens aprendizes são:

  • Santander
  • Embraer
  • Correios
  • Estadão
  • Netshoes
  • Lojas Renner
  • C&A
  • Banco do Brasil
  • Banco Itaú
  • Bradesco
  • Caixa Econômica Federal

Mas existem outras empresas que contratam, basta o candidato procurar pelo CIEE, que é responsável pelos cadastros dos interessados em ser jovem aprendiz.

É importante ressaltar que o jovem aprendiz deverá estar em dia com as suas obrigações escolares e geralmente, o contrato pode durar até dois anos.

Quem já teve carteira assinada pode ser Jovem Aprendiz?

Sim! De acordo com a legislação que regulamenta o projeto, qualquer pessoa entre 14 e 24 anos, que esteja devidamente matriculada e cursando ensino fundamental, médio ou superior, dentro da frequência escolar desejada, poderá se candidatar a uma vaga de jovem aprendiz.

Isso não impede que alguém que já teve sua carteira de trabalho assinada se torne um jovem aprendiz.

Basta que todos os requisitos sejam preenchidos e que tenha se submetido e passado no processo seletivo.

Conclusão

Se você já está concluindo o ensino médio, então se planeje para participar do Programa Jovem Aprendiz. Além de ser excelente para adquirir experiência profissional comprovada, você têm a possibilidade de se efetivar na empresa após concluir o prazo de até dois anos de contrato.

Leia também

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Confira Também

Deixe seu comentário

Rolar para cima